Será um ano a celebrar?

Será um ano a celebrar?

O Encerramento do Ano Jubilar de nascimento da Ir. Maria Clara foi apenas oficial. Não nasceu a...

Beber nas Fontes Franciscanas Hospitaleiras!

Beber nas Fontes Franciscanas Hospitaleiras!

Uma semana franciscana hospitaleira, na Sede Geral da Confhic, em Linda a Pastora, só para as...

Família Franciscana Hospitaleira em festa!

Família Franciscana Hospitaleira em festa!

A família franciscana hospitaleira, uma vez mais,  fez a sua peregrinação ao Santuário de...

Encerramento capitular!

Encerramento capitular!

Vigilantes na noite, evocamos o melhor do passado,  dialogamos, sonhamos em conjunto o...

Da transcendência à elevação!

ana assuntina
Solene e jubilosa, cheia de unção e dignidade, tornou-se quase sublime aquela manhã de sábado. Era o dia 7 de outubro, dia de Nossa Senhora do Rosário!
Haviam escutado a voz de Quem as chamara pelo nome. Haviam descoberto a preferência de Quem as atraíra. Sentiram a mão firme que as segurava. Pulsava nelas o Espírito que as ajudara a decidir, a vencer dificuldades ou tentações, a prosseguir, de etapa em etapa de formação, na perseverança do eis-me aqui inicial

centro

. Chegara a hora do sim definitivo , aquele sim, já experienciado na temporalidade de alguns anos, a confirmarem, a opção alegre de viver a fidelidade no seguimento de Jesus.
Admitidas à profissão perpétua, as Irmãs:
Ana Sofia Pires dos Reis
Esperança Assuntina Cabral D'Almada
Lineyd Afonso Quaresma Martins
Marisa Nacaman
A meio da Eucaristia, envolvidas pela beleza da igreja do Convento de S. José, em Santo Tirso, e por uma numerosa assembleia, dentre ela, os respetivos familiares e amigos e significativo número de  Irmãs, livremente pronunciaram a fórmula da profissão. 
Em nome Congregação, a Superiora Provincial  recebia os votos de cada uma, individualmente. Conscientes da seriedade das palavras saídas do coração e pronunciadas com os lábios,  levaram muitos a refletir o valor e a responsabilidade da vida, quando assumida em nome de Deus, para a missão a que Ele chama.
A liturgia específica destas celebrações, a melodia dos cânticos escolhidos, a elevação da Palavra e das palavras da homilia, a solenidade de cada gesto, o ambiente de serenidade, o todo da cerimónia entremeado pela vibração de cânticos de rito africano, com sua vibração própria… quem sabe se não teria concedido a cada coração o sabor das coisas divinas ou inundado de luz ou nostalgia do Eterno qualquer vida com saudade de infinito?
Há testemunhos que marcam, atuam, mudam trajetórias e nunca esquecem. Tudo o que transcende eleva!
lineyd marisa

Informação de Interesse

Ilumina-nos, Senhor!

Ilumina-nos, Senhor!

Retempera o nosso modo de dizer o amor.  Que ele seja sincero, puro e transparente como a...

Abertura do bicentenário do Fundador

Abertura do bicentenário do Fundador

Quem é este homem?Mendigo de Deus, esbanjador de riquezas.Da riqueza extraordinária da Casa de...

A Ti, Senhor, o nosso louvor!

A Ti, Senhor, o nosso louvor!

75 anos da Casa de Saúde da Boavista Assinalando o início das comemorações dos 75 anos da Casa de...

Santo e Feliz Natal

Santo e Feliz Natal

Um olhar de FRENTEDIFERENTEOlho a gruta e vejo um olhar que me olha de frente!No brilho dos...

Teste01

aaaa


Copyright © 2015 - Província de Santa Maria