Nomeação da Superiora Provincial!

Nomeação da Superiora Provincial!

Devido à vagatura da Superiora Provincial, resultante da eleição da Ir. Glória de Jesus Domingues...

Encontro de Animadoras!

Encontro de Animadoras!

Éramos trinta e três. Aquela tarde de novembro confluía, na Casa de Santa Maria, em Fátima, as...

Abertura do ano de formação intensiva!

Abertura do ano de formação intensiva!

Irmãs Junioristas, procedentes da India, Timor, Moçambique e Angola, deram entrada no Convento de...

Dons de Deus...

Dons de Deus...

  No dia 16 de dezembro de 2018, em pleno tempo de Advento, no domingo...

Abertura do ano de formação intensiva!

Irmãs Junioristas, procedentes da India, Timor, Moçambique e Angola, deram entrada no Convento de Nossa Senhora das Graças, em Bairros, no dia 06 de novembro de 2019, para o início do ano de formação intensiva. O calendário assinalava a data 06 de novembro de 2019.
Dia essencialmente marcado pela Eucaristia solene, presidida por Frei José Pereira Neves, Ofm. 
Presente a Fraternidade local; o Governo Provincial fez-se representar pela Ir. Maria Aurora Lopes Soares, Assistente Provincial, e Ir. Paula Maria Santos Almeida, Conselheira Provincial. 
  junioresdentro4 
Saboreámos a Liturgia preparada pela formadora, Ir. Sezinanda Luísa da Cunha, e todas as Irmãs. Salientamos o ofertório, em palavras e em símbolos significativos de uma etapa nova na vida das nossas Irmãs, e no aprofundamento da sua consagração.
Da homilia realçamos, em síntese: “para este momento importante das vossas vidas, vamos fixar-nos em três pontos, a partir da Palavra que o Senhor nos diz, esta tarde: 
«Não devais a ninguém coisa nenhuma senão o Amor!». Estamos sempre a dever Amor.
«Se alguém quiser seguir-me, se alguém quiser vir ter comigo, tem que Me colocar em primeiro lugar».
Qual o objetivo deste tempo formativo? Qual a tarefa que nos cabe? Eu escolheria a palavra do nosso Cardeal, Tolentino Mendonça: 
“libertar a imagem do Deus escondido dentro de nós, para que Ele venha ao de cima e todos o reconheçam”. 
- Como?
- Martelando, esculpindo a obra de arte que está dentro de mim, como faz o escultor.
Aprender a acolher o outro diferente, a partir de um duplo movimento: tal como o Outro me acolhe como sou, acolher o outro como dom e deixar-me acolher, abrindo-me, expondo-me ao irmão.
Terminada a celebração, abraçou-nos o espaço do refeitório para um encontro fraterno, num convívio de merenda partilhada, enriquecida pelos mimos, vindos da fraternidade de Fátima e do Colégio de Maria Imaculada, de Leiria.
A terminar este momento, vivido na alegria do amor fraterno, a Ir. Maria Aurora Lopes Soares e a Ir. Paula Maria Santos Almeida dirigiram a toda a comunidade palavras de estímulo, responsabilidade e esperança. Da parte de todas… a gratidão pela presença, a partilha e o aconchego fraterno.  
 junioresdentro2
 
Ilumina-nos, Senhor!

Ilumina-nos, Senhor!

Retempera o nosso modo de dizer o amor.  Que ele seja sincero, puro e transparente como a...

Abertura do bicentenário do Fundador

Abertura do bicentenário do Fundador

Quem é este homem?Mendigo de Deus, esbanjador de riquezas.Da riqueza extraordinária da Casa de...

A Ti, Senhor, o nosso louvor!

A Ti, Senhor, o nosso louvor!

75 anos da Casa de Saúde da Boavista Assinalando o início das comemorações dos 75 anos da Casa de...

Santo e Feliz Natal

Santo e Feliz Natal

Um olhar de FRENTEDIFERENTEOlho a gruta e vejo um olhar que me olha de frente!No brilho dos...

Teste01

aaaa


Copyright © 2015 - Província de Santa Maria