Profissão Temporária!

Profissão Temporária!

Eu exulto de alegria no Senhor que me escolheu!  Cantarei ao Senhor pelo bem que me fez!...

Dia Mundial do doente!

Dia Mundial do doente!

Sendo a vida da pessoa humana um sucedâneo de bons e maus momentos, a doença é uma realidade que a...

Nomeação da Superiora Provincial!

Nomeação da Superiora Provincial!

Devido à vagatura da Superiora Provincial, resultante da eleição da Ir. Glória de Jesus Domingues...

Encontro de Animadoras!

Encontro de Animadoras!

Éramos trinta e três. Aquela tarde de novembro confluía, na Casa de Santa Maria, em Fátima, as...

Profissão Temporária!

votoscarla1

Eu exulto de alegria no Senhor que me escolheu! 
Cantarei ao Senhor pelo bem que me fez! [Sl 12, 6b]
Dai graças ao Senhor, porque Ele é bom: o Seu amor é de sempre, para sempre!
Foram estas e outras frases que ressoaram, no passado dia 11 de janeiro de 2020, na Capela do Convento de S. José, em Santo Tirso, e nos corações que a leram, escutaram ou cantaram e, de um modo particular, no meu coração, no meu pensamento e nos meus lábios… que já não são meus, mas d’Ele!
Tudo começou há muito tempo…a descoberta da minha vocação foi a descoberta do amor de Deus ao longo da minha vida que me foi conduzindo, cativando, encantando o coração, apaixonando por dentro. E foi o dar conta desse amor louco e total de Jesus por mim e por nós, que considerei “tudo como uma perda” [Fl 3, 8a] e me lançou neste desejo e vontade de O seguir o mais de perto possível. É este sonho que vai dentro de mim. “É isso que eu quero e procuro, de todo o coração.”
A profissão dos três votos que fiz (castidade, pobreza e obediência), o véu que recebi, como sinal da minha pertença a Deus e de consagração ao serviço da Igreja, a Regra e as Constituições desta minha Família Religiosa que me foram entregues para as mostrar na minha vida, e a consagração (momento da conversão do pão e vinho em Corpo e Sangue de Jesus), foram, para mim, atos marcantes e cheios de significado que expressaram e expressam a minha “oblação unida ao Sacrifício Eucarístico”. 
As palavras do Pe. Dário Pedroso, SJ, que presidiu à celebração, exprimiram e exprimem perfeitamente o meu sentir e o meu desejo: “a Carla quer se oferecer como gota de água com Jesus e em Jesus, para que o mundo tenha vida e a tenha em abundância. Tal como a gotinha de água é assumida pelo vinho, a Carla vai ser assumida por Jesus. No momento de consagração – “Tomai e bebei: este é o Meu Cálice…” –, aquela gota de água é mais uma gota de sangue oferecida em Jesus para redenção do mundo. Que a Carla, qual gotinha de água mergulhada no Sangue Redentor, seja uma consagrada de mão cheia, com um coração generoso para dar tudo e dar sempre, e não negar nada ao Amor d’Aquele que Lhe deu tudo, até a graça de ser seu Esposo. Saibam os pais e a irmã entregar a Carla ao coração de Cristo, pois é o único Coração que a merece!” 
Como recordava o Pe. Dário, nos momentos difíceis, contarei com a presença e companhia de Maria, a Imaculada Conceição, para crescer cada vez mais na minha entrega ao Amor que todo Se entregou por mim, por cada uma de nós.
Foi, sem dúvida, uma celebração bela, intensa e profunda de sentido e significado, pela qual dou graças ao nosso bom Pai do Céu pelas maravilhas que realizou e realiza em cada uma de nós. Agradeço a todos aqueles e aquelas que me ajudaram nesta caminhada a descobrir a vontade de Deus e de a seguir com todo o amor e alegria. Agradeço a todas as Irmãs que rezaram e trabalharam para que este dia fosse um dia belo, de bênção, de luz e de alegria.
Imploro a Deus que continuemos sempre unidas, orando umas pelas outras; e peço que todas as minhas irmãs me ajudem a viver esta entrega radical e sincera através da oração e do testemunho de fidelidade a Deus, ao nosso Carisma, à nossa Regra e Constituições. Que a nossa Família fraterna prospere e se expanda não tanto em número de Irmãs, mas em gestos de verdadeira entrega e fidelidade, numa vida escondida com Jesus ao nosso Bom e atento Pai do Céu.
Rogo a Deus, sempre fiel e misericordioso, o dom da fidelidade e de ser facho de luz ardente, iluminando e aquecendo os que Ele me der para velar e cuidar.
Assim como a esposa é a alegria do seu marido, assim tu serás a alegria do teu Deus. [Is 62, 5]
Que eu Lhe dê sempre alegria como Ele me dá a mim!   (Ir. Carla Daniela Pinho Santos!)
votoscarla2   votoscarla3
Ilumina-nos, Senhor!

Ilumina-nos, Senhor!

Retempera o nosso modo de dizer o amor.  Que ele seja sincero, puro e transparente como a...

Abertura do bicentenário do Fundador

Abertura do bicentenário do Fundador

Quem é este homem?Mendigo de Deus, esbanjador de riquezas.Da riqueza extraordinária da Casa de...

A Ti, Senhor, o nosso louvor!

A Ti, Senhor, o nosso louvor!

75 anos da Casa de Saúde da Boavista Assinalando o início das comemorações dos 75 anos da Casa de...

Santo e Feliz Natal

Santo e Feliz Natal

Um olhar de FRENTEDIFERENTEOlho a gruta e vejo um olhar que me olha de frente!No brilho dos...

Teste01

aaaa


Copyright © 2015 - Província de Santa Maria