Pegada capitular número dois!

Pegada capitular número dois!

Bendito seja o Senhor que tanto nos dá!O dia foi de retiro para as capitulares.No silêncio grato e...

Pegada capitular número um!

Pegada capitular número um!

Norteadas pelo tema Capitular: "Eu vos escolhi e vos destinei a ir e a dar fruto (cf...

Laudato si pelos sonhos de Deus!

Laudato si pelos sonhos de Deus!

São José não “sobressaía”, não estava dotado de “particulares “carismas, não se...

… Orai! para que os consagrados sejam fiéis e felizes!

… Orai! para que os consagrados sejam fiéis e felizes!

Em nome dos Consagrados! Senhor, que nos olhaste com amor e nos escolheste para estar...

Profissão Temporária!

votoscarla1

Eu exulto de alegria no Senhor que me escolheu! 
Cantarei ao Senhor pelo bem que me fez! [Sl 12, 6b]
Dai graças ao Senhor, porque Ele é bom: o Seu amor é de sempre, para sempre!
Foram estas e outras frases que ressoaram, no passado dia 11 de janeiro de 2020, na Capela do Convento de S. José, em Santo Tirso, e nos corações que a leram, escutaram ou cantaram e, de um modo particular, no meu coração, no meu pensamento e nos meus lábios… que já não são meus, mas d’Ele!
Tudo começou há muito tempo…a descoberta da minha vocação foi a descoberta do amor de Deus ao longo da minha vida que me foi conduzindo, cativando, encantando o coração, apaixonando por dentro. E foi o dar conta desse amor louco e total de Jesus por mim e por nós, que considerei “tudo como uma perda” [Fl 3, 8a] e me lançou neste desejo e vontade de O seguir o mais de perto possível. É este sonho que vai dentro de mim. “É isso que eu quero e procuro, de todo o coração.”
A profissão dos três votos que fiz (castidade, pobreza e obediência), o véu que recebi, como sinal da minha pertença a Deus e de consagração ao serviço da Igreja, a Regra e as Constituições desta minha Família Religiosa que me foram entregues para as mostrar na minha vida, e a consagração (momento da conversão do pão e vinho em Corpo e Sangue de Jesus), foram, para mim, atos marcantes e cheios de significado que expressaram e expressam a minha “oblação unida ao Sacrifício Eucarístico”. 
As palavras do Pe. Dário Pedroso, SJ, que presidiu à celebração, exprimiram e exprimem perfeitamente o meu sentir e o meu desejo: “a Carla quer se oferecer como gota de água com Jesus e em Jesus, para que o mundo tenha vida e a tenha em abundância. Tal como a gotinha de água é assumida pelo vinho, a Carla vai ser assumida por Jesus. No momento de consagração – “Tomai e bebei: este é o Meu Cálice…” –, aquela gota de água é mais uma gota de sangue oferecida em Jesus para redenção do mundo. Que a Carla, qual gotinha de água mergulhada no Sangue Redentor, seja uma consagrada de mão cheia, com um coração generoso para dar tudo e dar sempre, e não negar nada ao Amor d’Aquele que Lhe deu tudo, até a graça de ser seu Esposo. Saibam os pais e a irmã entregar a Carla ao coração de Cristo, pois é o único Coração que a merece!” 
Como recordava o Pe. Dário, nos momentos difíceis, contarei com a presença e companhia de Maria, a Imaculada Conceição, para crescer cada vez mais na minha entrega ao Amor que todo Se entregou por mim, por cada uma de nós.
Foi, sem dúvida, uma celebração bela, intensa e profunda de sentido e significado, pela qual dou graças ao nosso bom Pai do Céu pelas maravilhas que realizou e realiza em cada uma de nós. Agradeço a todos aqueles e aquelas que me ajudaram nesta caminhada a descobrir a vontade de Deus e de a seguir com todo o amor e alegria. Agradeço a todas as Irmãs que rezaram e trabalharam para que este dia fosse um dia belo, de bênção, de luz e de alegria.
Imploro a Deus que continuemos sempre unidas, orando umas pelas outras; e peço que todas as minhas irmãs me ajudem a viver esta entrega radical e sincera através da oração e do testemunho de fidelidade a Deus, ao nosso Carisma, à nossa Regra e Constituições. Que a nossa Família fraterna prospere e se expanda não tanto em número de Irmãs, mas em gestos de verdadeira entrega e fidelidade, numa vida escondida com Jesus ao nosso Bom e atento Pai do Céu.
Rogo a Deus, sempre fiel e misericordioso, o dom da fidelidade e de ser facho de luz ardente, iluminando e aquecendo os que Ele me der para velar e cuidar.
Assim como a esposa é a alegria do seu marido, assim tu serás a alegria do teu Deus. [Is 62, 5]
Que eu Lhe dê sempre alegria como Ele me dá a mim!   (Ir. Carla Daniela Pinho Santos!)
votoscarla2   votoscarla3
Venho a ti, Senhor!

Venho a ti, Senhor!

Tu nos convidas Senhor a irmos a Ti,  a aproximar-nos. Tu nos queres próximas. Nós que...

Abertura do bicentenário do Fundador

Abertura do bicentenário do Fundador

Quem é este homem?Mendigo de Deus, esbanjador de riquezas.Da riqueza extraordinária da Casa de...

A Ti, Senhor, o nosso louvor!

A Ti, Senhor, o nosso louvor!

75 anos da Casa de Saúde da Boavista Assinalando o início das comemorações dos 75 anos da Casa de...

Santo e Feliz Natal

Santo e Feliz Natal

Um olhar de FRENTEDIFERENTEOlho a gruta e vejo um olhar que me olha de frente!No brilho dos...

Teste01

aaaa


Copyright © 2015 - Província de Santa Maria